Ocorreu um erro neste gadget

sábado, novembro 21, 2009

PROJETO

PROJETO-

Identificação da Escola:
Município: Gouveia

SRE: Diamantina
Escola: Joviano de Aguiar
Área : Língua Portuguesa
Professoras: Andréia , Adriana, Desirê , Juliana ,Suely e  Mônica
Tema: Leitura
Titulo do projetoLeitura Solidária
Justificativa:
As histórias estão presentes em nossa cultura há muito tempo e o hábito de contá-las e ouvi-las tem inúmeros significados. Está relacionado ao cuidado afetivo, à construção da identidade, ao desenvolvimento da imaginação, à capacidade de ouvir o outro e à de se expressar. Além disso, a leitura de histórias aproxima o aluno do universo letrado e colabora para a democratização de um de nossos mais valiosos patrimônios culturais: a escrita.
Por isso, é importante favorecermos a familiaridade dos alunos com as histórias e a ampliação de seu repertório. Isso só é possível por meio do contato regular com os textos desde cedo e de sua participação freqüente em situações diversas de leitura. Sabe-se que os professores são os principais agentes na promoção dessa prática – e a escola, o principal espaço para isso.

Objetivo Geral
Apoiar a formação de leitores reflexivos, com potencial para tornarem-se multiplicadores da leitura, ampliando o seu acesso ao conhecimento por meio de leitura em grupo de obras que ressaltam valores e modelos de conduta ética, estimulando uma visão solidária, responsável e transformadora. O exercício constante destas idéias contidas nos livros os desperta para a ética da relação, os preparando para atitudes diferenciadas e ações de cidadania ao longo de sua vida.
Objetivos Específicos
· Assegurar e democratizar o acesso ao livro e à leitura, a partir da compreensão do valor da leitura como instrumento indispensável para que as pessoas possam desenvolver plenamente suas capacidades humanas, exercer seus direitos, participar da sociedade, melhorar seus conhecimentos educativos, criar;
· Confirmar o valor da leitura para o desenvolvimento pessoal e social;
· Possibilitar o acesso aos livros àqueles que, por motivo de horário ou mesmo por falta de oportunidade, não conseguem fazer uso de uma biblioteca;
· Proporcionar, através da leitura, momentos de lazer, diálogos e análise sobre os problemas que fazem parte da sociedade.
• Despertar o gosto pela leitura resgatando a tradição oral através da leitura em voz alta e a reflexão em grupo sobre obras que ressaltam em seu conteúdo valores e temas universais, essenciais na formação do caráter dos jovens.
• Desenvolver habilidades permanentes de leitura, interpretação, reflexão e expressão escrita e oral, vitais para ampliar o acesso do jovem a oportunidades de educação e trabalho.
• Formar jovens líderes multiplicadores com forte discernimento ético, capazes de despertar e desenvolver em outros jovens e crianças o prazer pela leitura e reflexão em grupo.

Atividades
1) Ler o texto “Crianças, as campeãs de leitura” (Revista Isto É, 20/05/2009);
2) Debater o texto e realização de atividades escritas de estudo do texto;
3) Aplicar questionário para verificar o índice de leitura na comunidade;
4) Divulgar o projeto “Leitura Solidária” entre os alunos;
5) Escolher os jovens multiplicadores;
6) Escolher local para realização das reuniões de capacitação dos jovens multiplicadores;
7) Capacitação dos jovens;
8) Leitura solidária em instituições da comunidade.
Ações
1) Preparar previamente o trabalho da leitura do texto “Crianças, as campeãs de leitura”;
2) Organização do questionário de sondagem de leitura na comunidade e da aplicação do mesmo;
3) Organizar uma reunião com os alunos para apresentar a idéia do projeto “Leitura Solidária”. Apresentar o projeto em clima de festa, com a participação de pais que gostam de ler, pessoas da comunidade, ex alunos da escola; preparar uma tarde de leitura;
4) Escolher os jovens multiplicadores:

PERFIL DOS MULTIPLICADORES
• Desejo de Aprender
• Responsabilidade
• Curiosidade Intelectual
• Intimidade com a Leitura (agilidade, pontuação e entonação)
• Iniciativa e Interesse
• Concentração
• Visão Solidária
• Capacidade de Trabalhar em Equipe
• Jovem no Fundamental ou Ensino Médio
• Disponibilidade de tempo para assumir os grupos de leitura (assiduidade)
• Idade entre 11e 18 anos
• Identificação com o projeto e desejo de perpetuar o aprendizado beneficiando outros jovens.
A participação no projeto é voluntária, mas exige freqüência e respeito às normas de convivência do grupo.

Observação: Formam-se grupos de adolescentes com no máximo 10 integrantes. Os encontros são semanais e duram duas horas fora do horário de aula, ou 50min durante o horário de aula.

5) Capacitação dos jovens multiplicadores:
ü Senta-se em cadeiras, já arrumadas em formato de um círculo, em uma sala adequada e o mais silenciosa possível. Utiliza-se a forma do círculo porque nele não há ponto privilegiado, todos podem se ver e se ouvir.
ü Apresenta-se uma obra previamente selecionada, que faz parte do repertório do projeto. Conta-se uma parte da estória, sem necessariamente contar o final da estória, e depois começa-se a leitura em voz alta. O objetivo é despertar a curiosidade dos participantes através das histórias que são contadas e das poesias, grandes aliados, pois muitos chegam com o preconceito de que leitura é uma atividade chata, cansativa e solitária.
ü Quando o grupo mostra resistência ou dificuldade na leitura, começa-se o encontro distribuindo e lendo um poema. Convida-se cada aluno a escolher o trecho de que mais gostou.
ü Um participante começa a ler um parágrafo em voz alta e passa para o participante imediatamente ao seu lado, e assim por diante, de modo a ouvir as diferentes vozes, fazendo com que a leitura circule. Cria-se um espaço de leitura onde cada participante do grupo é convidado a ler em voz alta uma parte do material escolhido para a atividade do encontro daquele dia.
ü O coordenador do grupo, com o auxílio de outro jovem multiplicador, conduz as discussões durante a leitura. Primeiro lê, depois diz o que tocou, compartilhando o significado daquilo com os companheiros do grupo. Mas qualquer um pode interromper a leitura para comentar ou fazer uma pergunta para o grupo.
ü Valoriza-se as mais diversas opiniões. Quando um aluno fala uma idéia, não basta que o coordenador de grupo entenda. O papel do coordenador, que é um jovem multiplicador, é de repetir a idéia para o grupo, ver quem pode explicar com suas palavras, perguntar a opinião do grupo sobre a idéia, o que esta os fez pensar, e estimular a livre associação de idéias. Quando o grupo ainda é novo, e não tem o hábito de refletir conjuntamente, estas estratégias são fundamentais para que as idéias circulem e não fiquem centradas na fala ou no entendimento do coordenador.
ü Para-se a leitura do texto cada vez que um dos multiplicadores ou outra pessoa do grupo observa que existe alguma dúvida, quanto ao significado das palavras ou de um trecho, ou quando há um dilema ou tema central da estória que precisa ser discutido em grupo e aprofundado. No final recupera-se as idéias centrais da discussão, fazendo uma rodada perguntando qual foi a idéia ou trecho que ficou mais marcante para cada participante. Assim no final volta-se aos temas do início, vendo o que foi mudado, e como.
ü Cada encontro é iniciado com uma recapitulação do que se passou no encontro anterior. São os próprios participantes que são convidados a relembrar o que ocorreu, para favorecer uma continuidade entre os encontros. Assim, à estória contada, vai se entrelaçando com a história do próprio grupo.
ü Ao final de cada encontroe feita a leitura de uma poesia em voz alta, repetidas vezes, para que todos possam apreender sua sonoridade, seu ritmo, sua musicalidade. Além disto, uma poesia é fácil de decorar, de lembrar, de memorizar e de se guardar no coração e no caso específico, tem a função de ensinar o participante a respirar e a fazer as pausas.
ü Além da poesia no encontro, oferece-se aos jovens um livreto com 30 poesias selecionadas e faz-se a sugestão que os participantes leiam só uma a cada noite antes de dormir. Ao terminar toda a coletânea, sugere-se que recomecem a leitura, desta vez no ritmo e do jeito que quiserem, em voz alta, baixinho, para alguém ou somente para si. Algumas folhas em branco são incluídas para que o jovem anote conclusões, sentimentos e sonhos que teve durante as noites após a leitura.
ü Às vezes, o material lido neste momento é trazido pelos próprios participantes, que, mobilizados pela atividade, desejam compartilhar algo que encontraram.
ü Ao menos uma vez por mês, realiza-se uma atividade de reflexão escrita para que os jovens registrem as principais idéias que aprenderam no texto e nas discussões.
6) Levar os jovens para realizarem leituras em instituições da comunidade (escolas, hospital, lar dos idosos, creche...)
· O grupo que se inicia na escola é fixo, com um mínimo de 10 semanas de duração. Lêem um livro com um educador e um multiplicador, e recebem visitas. Depois, promove-se visitas, o grupo irá levar a leitura a outros grupos da comunidade, criando assim, a chamada “Leitura Solidária, levando leitura a quem não tem o hábito de ler.

Produtos:
· Questionário aplicado;
· Perfil da comunidade (em relação à leitura) traçado;
· Jovens sensibilizados para participar do projeto;
· Multiplicadores selecionados;
· Jovens leitores capacitados;
· Leitura sendo multiplicada e levada à comunidade.


Resultados Esperados
· Projeto acolhido pela escola;
· Jovens participando do projeto;
· Jovens mudando sua visão com relação à leitura;
· Mudança na relação da comunidade com a leitura.

Riscos:
· Haver pouca adesão ao projeto;
· Dificuldade para marcar horário para realização dos encontros;
· Jovens desistirem do projeto devido aos encontros sistemáticos;
· Resistência da comunidade à leitura feita pelos alunos.





Avaliação
Multiplicadores escreverão um diário de bordo, relatando os principais pontos de cada encontro que conduziram. Também preencherão uma avaliação de cada encontro, um formulário que pode ser preenchido e enviado à coordenação.
Modelo do Questionário

Estamos coletando dados para a implantação de um projeto de leitura “Leitura Solidária”. Sua participação é de fundamental importância para que atinjamos os objetivos propostos. Responda às questões a seguir sem pressa e com a máxima transparência. As respostas não serão divulgadas e sua identidade será preservada, porém elas são vitais para o sucesso do projeto.
Agradecemos desde já sua colaboração.
1) Qual sua idade?
( ) De
11 a 15 anos;
( ) De
16 a 20 anos;
( ) De
20 a 30 anos;
( ) Mais de 30 anos.
2) Seu nível de formação é:
( ) 1ª a 4ª série
( ) Ensino Fundamental
( ) Ensino médio
( ) Graduação
( ) Especialização
( ) Outro
3) Você costuma ler?
( ) Com freqüência
( ) Muito Pouco
( ) Nunca.
4) Você escolhe um livro para ler, pelo:
( ) Assunto
( ) Autor
( ) Capa e apresentação
( ) Recomendação de amigos
( ) Divulgação pelos meios de comunicação de massa
( ) Outro
5) Assinale abaixo quais suas preferências de leitura.
( ) Jornais;
( ) Revistas;
( ) Livros;
( ) Gibis;
( ) Outros.
6) Você freqüenta uma biblioteca?
( ) Sim
( ) Não


Nenhum comentário: